segunda-feira, 24 de novembro de 2008

CHUVA, CHUVA, CHUVINHA!

Mas porque carga de águas, passo a redundância, é que as pessoas hão-de sempre queixar-se dos dias de chuva?

- Bom dia. Ai que chuvinha tão chata! Que dia triste, não é?

Mas será que toda a gente tem que dizer o mesmo? Cambada de vinis riscados! Pois eu hoje estou muito bem disposta. Até está de chuva e tudo? Rega-me as árvores e a relva e até a alma. Porque é que eu haveria de estar aborrecida? Não estou, pronto! Estou até muito bem disposta. Homessa!!! Hoje nem sinto inveja nem nada! Dos que pululam livremente ao sol quando está sol.

9 comentários:

Mofina Mendes disse...

Duas. Também estou consoladinha com esta chuva!

DD disse...

Não há duas sem três, pronto! Valha-me a escalfeta a consolar-me os pés.
Viva à chuva! Viva às segundas-feiras! Viva aos amigos!

Blimunda disse...

Yeahhhhh!!!!!

Jardineira, bate aí: Mais 5.

Jardineira aprendiz disse...

Caramba tiraste-me as palavras da boca, serás bruxa?! ;) (sem ofensa eh eh!)

Eu não devia absolutamente andar por aqui nestes dias, mas não resisti a vir dizer, venham mais cinco companheira(s)!

Jardineira aprendiz disse...

Faltava ali uma indispensável vírgula, entre o cinco e as companheiras...

Blimunda disse...

Hehehe!!! O que uma vírgula não faz?!!! Nada como homogeneidade devidamente virgulada.

Mofina Mendes disse...

Bolas, não fiquem com tiques de jg...

saphou disse...

Faz muito bem,
viva a chuva e o vento
e o livre pensamento

Adoro tempestades

mac disse...

Viva, viva, olaré,
As 4 da vida airada,
Dançam, batem c'o pé
Celebram a vida doirada.
(tá tá tá pum, tá tá tá pum...)

Gosto da vossa alegria de viver.