terça-feira, 3 de março de 2009

DUVIDAS BANCÁRIAS E NÃO SÓ!

Tem vindo a ser recorrente a teima em vir às terças de manhã comentar os dislates do “Prós e Contras” das segundas à noite.

Ainda que o quisesse fazer hoje, que não quero, não saberia o que dizer. Resumiu-se a um grupo de banqueiros, que é o mesmo que dizer larápios, arremessando mimos cuidados e envoltos em papel de embrulho brilhante uns aos outros e os outros aos uns.

Fiquei com a certeza que já suspeitava ter, que os bancos ali representados por aqueles distintos presidentes e administradores são instituições de solidariedade nacional e que apenas existem para cuidar do bem comum e zelar pelas garantias de que o banco estatal não faz asneiras.

Foi ínfima a impressão causada pela nuance “nós cidadãos e como tal accionistas do banco estatal e não como presidentes de bancos da concorrência”. Só senti uma ligeira náusea e vontade de vomitar. Como se aquela corja de candongueiros se interessasse pelo bem comum. Como se se indignassem pela própria descarada ladroeira. Todos os ali presentes afirmaram que o negócio foi pevas transparente. Todos ali afirmaram que era grave mas ninguém foi, nem será nunca, capaz de dizer – descubramos quem surripiou o dinheiro, punamos devidamente o meliante e ressarçamos os lesados. Seria o mesmo que dar um tiro no dedo do próprio pé e os gajos não são burros. Por isso são banqueiros e não ministros.

5 comentários:

Mofina Mendes disse...

Viva o banqueiro anarquista!

privada disse...

oh pá achei incrivel a postura da Dr.ª Fatima, mas voce não desconfiou de um juro tão alto? ahhahahahah, mas se nem do Socas desconfiam. Ok.

Agora serio, não me digam que voces não recebe chamadas constantes para aplicar o pouco guito em cenas com capital garantido, que de facto tem 10% que são investidos em acções, mas acções que nunca DÃO PROBLEMAS e por isso o banco garante o capital, a serio, nunca vos aconteceu? Ou receberem um cartao de credito que nunca pediram. a Fatima é maluca varrida, ou entao mete o guito no colchão que era o que eu lhe responderia, tonhona, todos os bancos fazem isso, há milhares de reformados que perderam 300 e 400 contos na caixa em depositos a prazo, os tais ke nunca davam problema, ai gente burraa, vou emigrar fosca-se.

saphou disse...

Então quer dizer que não esteve a ver o Sílvio Cervan? Francamente!

saphou disse...

Estes tipos estão todos no canal errado e depois é o meu blog que se lixa. Ainda bem que fiz uma referênciazinha à Dr Fátima num comentário (ela é irmã da Amélia). O Funes se quiser decifra.

Álvaro disse...

O melhor de tudo afinal é andar sempre à rasca todos os meses.

Nunca me telefonaram mas se o fizerem respondo-lhes "Tenha paciência " se calhar é para gastarem na droga, ou em vinho